IPEA: Brasil possui instrumento próprio para aprimorar políticas ambientais

Publicado em Estudos
Lido 289 vezes

De acordo com informações de estudo realizado em parceria pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), a Cooperação Alemã para o Desenvolvimento, a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal) e o Ministério do Meio Ambiente (MMA), publicado neste mês de fevereiro, o Brasil é considerado um dos poucos países que possui um instrumento próprio para o financiamento de sua política de mudança do clima. Como instrumentos de estudo, foram considerados seus aspectos positivos, suas limitações e as lições aprendidas.

Os dados foram divulgados no livro Avaliação do Fundo Clima, com o objetivo de avaliar o desempenho e a contribuição do Fundo Clima como instrumento da Política Nacional sobre Mudança do Clima (PNMC) entre 2011 e 2014. O Fundo Nacional sobre Mudança do Clima (FNMC), conhecido como Fundo Clima, é utilizado como meio para fortalecer ações que promovam uma economia de baixo carbono e reduzam os impactos das mudanças do clima nos ecossistemas e nas populações mais vulneráveis.

A finalidade do documento é assegurar recursos para o apoio a projetos e estudos que visem à mitigação da mudança do clima e à adaptação aos seus efeitos. O estudo é subdivido em diversos temas, nos quais os principais são a contextualização da mudança do clima no Brasil e a estratégia, governança e gestão do Fundo Clima.

Clique aqui para conferir a publicação na íntegra.

Graciete Brito

Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, e pós-graduada em Assessoria de Comunicação pela Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas - FACITEC. Foi estagiária em veículos como Revista Foco, Jornal da Comunidade, TV NBR e jornalista com atuação em assessoria de imprensa de entidade sindical e agência de marketing.

 

Estamos no Facebook