Educação a distância: desvelando a prática docente virtual

Publicado em Debates
Lido 231 vezes

Em publicação na revista Instrumento: revista de estudo e pesquisa em educação, Djavan Antério tratou sobre a prática docente na educação à distância (EAD). O objetivo do autor foi apresentar, de forma crítica e reflexiva, sugestões de como proceder com empecilhos comuns e específicos do período inicial da prática docente à distância.

No texto, Djavan Antério contextualiza sobre o EAD e discute sobre a aplicação do módulo no mundo, no Brasil e no estado no qual ele exerce a função de professor à distância, a Paraíba. Além disso, o pesquisador trata também sobre as suas primeiras intervenções como professor EAD e sobre os desafios enfrentados.

Segundo o autor, a relação entre tecnologia e educação necessita de princípios fundamentais que preparem e subsidiem a ideal constância do processo. “É importante reconhecer o aspecto do novo, a adaptação básica, e, no caso específico da EAD, a ambientação ao tempo-espaço virtual. Outro aspecto importante está no desenvolvimento das habilidades necessárias ao aluno para o exercício profissional e atendimento das exigências específicas do público da EAD”, explica no texto.

Djavan Antério é doutorando e mestre em Educação, docente do Departamento de Educação Física da Universidade Federal da Paraíba (DEF/UFPB) e do Departamento de Pedagogia (modalidade à distância/UFPB). A revista Instrumento é um periódico do Colégio de Aplicação João XXIII da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). O texto foi publicado na edição de janeiro-junho de 2015.

Clique aqui para ler na íntegra o texto.

Última modificação em Terça, 06 Junho 2017 18:21
Graciete Brito

Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, e pós-graduada em Assessoria de Comunicação pela Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas - FACITEC. Foi estagiária em veículos como Revista Foco, Jornal da Comunidade, TV NBR e jornalista com atuação em assessoria de imprensa de entidade sindical e agência de marketing.

 

Estamos no Facebook