Getúlio Vargas, o maior presidente do Brasil

Getúlio Vargas, o maior presidente do Brasil Foto: Neto Sousa - PTB Nacional
Publicado em Artigos
Lido 162 vezes

Por Marli Iglesias *

No dia 24 de agosto de 1954 o Brasil ficou chocado com o suicídio do então presidente Getúlio Vargas. Ele morreu em seu quarto, após disparar um tiro no próprio coração, no Palácio do Catete, no Rio de Janeiro. Nascido no dia 19 de abril de 1882, em São Borja (RS), ele foi presidente do Brasil em duas ocasiões, líder da Revolução de 1930, que pôs fim à República Velha. Getúlio ficou conhecido pelos seus simpatizantes como "o pai dos pobres" por ter criado muitas leis sociais e trabalhistas. Getúlio foi presidente do país em dois períodos. No primeiro, ficou 15 anos no poder, de 1930 a 1945. Em seu segundo mandato, Getúlio foi eleito por voto direto e governou o Brasil por três anos e meio até o dia de sua morte.

Me lembro ainda hoje daquele dia 24 de agosto de 1954. Eu estava então com 13 anos, e chorei muito pelas ruas de Porto Alegre ao ouvir as notícias sobre o suicídio de Vargas. Eu era muito jovem, mas já apaixonada pelo nosso Grande Estadista. Eu inclusive sou do tempo de cantarolar a musiquinha dele: ..."tira o retrato do Velho, bota no mesmo lugar, e o sorriso do Velhinho, faz a gente trabalhar".

Acredito que Getúlio Vargas empenhou a própria vida para que suas teses permanecessem imortais. Portanto, o gesto de Getúlio Vargas de atirar em seu próprio peito, e em deixar a sua Carta-testamento, imortalizou o seu pensamento, o seu sentimento, o seu ideal e a sua palavra, a qual nós, petebistas, seguimos fielmente por toda a nossa vida. Não é por outro motivo que sempre retornamos ao seu túmulo, na gaúcha São Borja, para reverenciarmos a memória do maior presidente da nossa história.

* Marli Iglesias é diretora financeira da Fundação Ivete Vargas

Última modificação em Sexta, 25 Agosto 2017 01:32
Gaia Comunicação

É uma empresa de comunicação sediada na cidade do Rio de Janeiro. Presta serviços de assessoria de imprensa para a Fundação Ivete Vargas.

Estamos no Facebook