Getúlio Vargas: um legado político

Getúlio Vargas: um legado político Getúlio Vargas: um legado político Projeto gráfico e capa: Marcelo Cabral
Publicado em Publicações
Lido 442 vezes

Independentemente de legenda partidária, corrente de pensamento ou espectro político, brasileiros ou estrangeiros, estudiosos ou leigos, empresários e trabalhadores, enfim, todos são unânimes em reconhecer: existe um Brasil antes e um depois de Getúlio Dornelles Vargas. A busca pelo equilíbrio social no Brasil tem início com Vargas. É com ele que a nação brasileira começa a se cristalizar e a se fortalecer. O trabalhismo nasceu com Vargas, bem como o nosso Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), o partido que concentra os princípios que alicerçam a classe transformadora, que é a classe dos trabalhadores. Homens e mulheres, jovens e idosos que, com o ímpeto de honrar seus compromissos, suas contas mensais e o sustento de suas respectivas famílias, ajudam a melhorar todo o Brasil.

Vargas foi o protagonista essencial da inclusão de todas as classes na política brasileira. Proporcionou às mulheres desta imensa nação o sagrado direito ao voto, estabeleceu o voto secreto e criou a Justiça Eleitoral. Instituiu o horário de verão e foi durante o período de seu governo que houve o total fortalecimento das prefeituras, dissociando-as dos governos estaduais e fortalecendo o cargo de prefeito municipal em cada cidade brasileira. Se hoje vivemos em um país industrializado, se hoje contamos com uma produção de petróleo amplamente significativa, se hoje possuímos a Petrobras, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a Carteira de Trabalho, a Justiça do Trabalho, a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), se hoje contamos com o caráter de nação unida e podemos nos orgulhar de sermos a quarta maior democracia mundial em número de eleitores (ficando atrás apenas da Índia, Estados Unidos e Indonésia), devemos tudo isso ao gaúcho de São Borja.

Compreender Getúlio Dornelles Vargas é compreender o Brasil dos séculos XIX e XX. É, e como não, compreender o Brasil deste século XXI, pois, como ficará claro ao final deste livro, muitas decisões de Getúlio ainda vigoram nos dias atuais. A partir do trabalho de Ramon Franco, apresentamos o legado de Vargas nas próximas páginas. Que todos possam ter claro em suas mentes o que o PTB sempre teve desde a sua despedida física, em 24 de agosto de 1954: sem Vargas não seríamos uma nação. Por isso, nós, do PTB, jamais o esqueceremos.

Boas leituras e boas reflexões!

Leia e baixe o livro na íntegra clicando aqui.

 

Última modificação em Terça, 02 Maio 2017 17:21
Francisco Galindo

É empresário e político nascido em Martinópolis/SP. Foi deputado estadual pelo MT e prefeito de Cuiabá de 2010 a 2012. Atualmente é presidente do diretório estadual do PTB no Mato Grosso e da Fundação Ivete Vargas.

Estamos no Facebook