Dirigentes da Fundação Ivete Vargas participam da 20ª Marcha Nacional dos Prefeitos

Dirigentes da Fundação Ivete Vargas participam da 20ª Marcha Nacional dos Prefeitos Foto: Neto Sousa - PTB Nacional
Publicado em Vídeos
Lido 192 vezes

Nesta terça-feira (16/05), os dirigentes da Fundação Ivete Vargas prestigiaram a cerimônia de abertura da 20ª Marcha Nacional dos Prefeitos em Brasília. O evento é realizado anualmente pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM), e, nesta edição, os gestores reivindicam melhores condições de financiamento das dívidas dos municípios e liberação de verbas do governo federal para as prefeituras. Além disso, o encontro conta também com a participação de prefeitos, vereadores, secretários e demais gestores municipais.

Estiveram presentes no encontro o presidente da Fundação Ivete Vargas, Francisco Galindo, o diretor administrativo, Ivan Louzada, a presidente do Conselho Curador, Cristiane Brasil, o vice-presidente do Conselho Curador, Honésio Ferreira, e o membro titular do Conselho Curador da Fundação Norberto Martins. Também estiveram presentes petebistas como o deputado estadual José Humberto Cavalcanti (PTB-PE) e o deputado estadual Ronaldo Santini (PTB-RS), entre outros.

Francisco Galindo afirma que é mais do que urgente a discussão de um novo pacto federativo, com o estabelecimento de uma nova divisão dos recursos arrecadados com impostos e contribuições. Para o presidente da Fundação é necessário que haja um debate profundo na sociedade sobre a revisão do pacto federativo e a aprovação de uma reforma tributária que enxugue a quantidade insuportável de impostos cobrados da população e do setor produtivo. “A Fundação Ivete Vargas defende a repactuação dos recursos arrecadados, de forma que haja maior equilíbrio entre os entes federativos e que possa haver um fortalecimento do papel dos municípios na execução de programas fundamentais para a população brasileira", ressaltou.

Para a deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ), o país ainda é muito desigual, inclusive na distribuição de recursos entre os entes da federação. Atualmente a União fica com 70%, os estados ficam com 22% e os municípios com somente 8% da receita da Federação. “Enquanto a União, o governo federal, fica com a maioria absoluta dos impostos para gerir o enorme elefante de burocracia que é o Estado brasileiro, estados e, principalmente, municípios têm uma receita muito menor. Mas é na sua cidade que você resolve a maioria dos seus problemas e necessidades, como educação, saúde e alimentação”, ressaltou a deputada, acrescentando ainda que o PTB é a favor de uma reforma administrativa e tributária que possa garantir mais recursos para a cidades..

O encontro dos prefeitos é realizado desde 1998. A Marcha é uma mobilização democrática que foi ganhando cada vez mais força e se tornou um dos maiores eventos políticos do País. Durante o evento os participantes discutem questões que influenciam o dia a dia dos entes federados, tais como saúde, finanças e educação, como também são apresentadas às autoridades as reivindicações do movimento municipalista. Cerca de oito mil gestores participaram da última edição, realizada em 2016. Um dos destaques do encontro foi o debate com os partidos políticos sobre a Reforma Política.

Última modificação em Terça, 16 Maio 2017 22:22
Graciete Brito

Graduada em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, e pós-graduada em Assessoria de Comunicação pela Faculdade de Ciências Sociais e Tecnológicas - FACITEC. Foi estagiária em veículos como Revista Foco, Jornal da Comunidade, TV NBR e jornalista com atuação em assessoria de imprensa de entidade sindical e agência de marketing.

 

Estamos no Facebook