Curso:
agosto 16, 2022
Política

estado do Mato Grosso entra novo governo com crise financeira e déficit de R$4 bilhões

O estado de Mato Grosso é o sexto estado a declarar calamidade financeira.Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Minas Gerais decretaram calamidade em 2016, contudo, ainda não conseguiram reequilibrar as contas. Desde o início do ano, além de Mato Grosso, Roraima e Rio Grande do Norte também assumiram a crise.

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), após reunião na quarta-feira, 16/01, com o ministro da Economia Paulo Guedes, para quem pediu a liberação do Auxílio Financeiro para Fomento das Exportações (FEX),  no valor de 500 milhões de reais, e após a assinatura do decreto, disse que a medida foi necessária para sanar as dívidas deixadas pela administração anterior, de R$ 4 bilhões, acima da previsão de receita estimada para 2019.

O déficit primário previsto para este ano é de quase R$ 1,7 bilhão. Mauro Mendes (DEM) foi buscar em Paulo Guedes, socorro para o estado. 

A medida, assim que publicada no Diário Oficial, em seguida, será encaminhada à Assembleia Legislativa estadual. 

A crise dos estados vem se alastrando desde 2016, com o pagamento atrasado de salários aos servidores públicos. De acordo com  especialistas, a lista deve crescer,  e até aposentadorias podem deixar de ser pagas.Com esse contigenciamento, o governo deverá renegociar a dívida desses estados, para que não haja um volume alto de ações no Supremo Tribunal Federal (STF).

Outra questão que também tem preocupado especialistas é a crise fiscal, gerada com as distorções contábeis, provocadas pelo atraso no pagamento de fornecedores pelos entes federativos.

Conforme informações do Tesouro Nacional, a dívida dos seis entes da Federação que entraram com pedido de calamidade soma R$ 247,9 bilhões, incluindo o estado fluminense.

Minas e Rio Grande do Sul já entraram com pedido no Supremo para a suspensão da dívida com a União. O Rio, como está no regime de recuperação fiscal (RRF), não pode fazer o mesmo. 
 

Imagem:reprodução/Globo.com
 

Comunicação FIV

Equipe de Comunicação da Fundação Ivete Vargas

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Porn xnxx porno brasil Porno Italiano porno
Fundação Ivete Vargas