Curso:
agosto 16, 2022
Política

Marco Aurélio nega pedido de interrupção de investigação do caso Fabrício Queiroz

Pouco antes das 10 horas da manhã de hoje, sexta-feira,(1/2) o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello recusou a ação do senador eleito Flávio Bolsonaro (PSL) que tentava suspender as investigações do caso Fabrício Queiroz.

A ação, em reclamação enviada à Corte pelo parlamentar, o mesmo alegava que estava sendo investigado pelo Ministério Público estadual do Rio sem autorização da Justiça.

Flávio defende a suspenção da ação em função da proteção pelo foro privilegiado.

O ministro Marco Aurélio lembrou que na época dos fatos o atual senador era deputado estadual.

"Na ocasião, o senador era deputado estadual na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, tendo sido diplomado Senador da República no último dia 18 de dezembro. A situação jurídica não se enquadra na Constituição Federal em termos de competência do Supremo. Frise-se que o fato de alcançar-se mandato diverso daquele no curso do qual supostamente praticado delito não enseja o chamado elevador processual, deslocando-se autos de inquérito", afirmou o magistrado na decisão.

A decisão reverte a suspensão das investigações determinada pelo vice –presidente do STF, Luiz Fux, até o retorno do relator do caso, o ministro Marco Aurélio, do recesso do judiciário- o que ocorreu hoje.

A investigação envolve movimentações financeiras atípicas de políticos e assessores apontadas pelo Coaf, órgão ligado ao Ministério da Fazenda , responsável por combater lavagem de dinheiro.

Segundo o relatório,  várias pessoas ligadas à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, entre elas, Queiroz, um policial militar aposentado, que foi motorista e segurança de Flávio Bolsonaro e amigo do presidente Jair Bolsonaro, teriam movimentado R$1,2 milhão, em transações bancárias, entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017.

Queiroz é suspeito de ter cometido o crime de lavagem de dinheiro enquanto era assessor de Flávio Bolsonaro

Imagem: reprodução/Jornal O Globo

Comunicação FIV

Equipe de Comunicação da Fundação Ivete Vargas

Publicações Relacionadas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Porn xnxx porno brasil Porno Italiano porno
Fundação Ivete Vargas